quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Sistema ArcGIS está disponível na plataforma Android

Usuários Android agora podem acessar conteúdo geográfico e mapas em seus smartphones com o ArcGIS for Android, que permite que usuários encontrem e compartilhem mapas, além de auxiliar na manipulação do conteúdo geográfico com as funcionalidades comuns para dispositivos móveis que utilizam o sistema operacional da Google. O aplicativo está disponível para download gratuito no Android Market.

Desenvolvido pela Esri, principal empresa desenvolvedora de softwares para geoprocessamento do mundo, o aplicativo funciona como um gateway móvel no Sistema ArcGIS e permite a realização de busca por camadas de mapa e dados de uma maneira fácil e intuitiva. Todos podem usar o aplicativo também para editar feições e atributos on the fly enquanto coletam dados de campo e realizam inspeções. Também inclui legenda, aba para favoritos e ferramenta para medição de áreas e distâncias.

Desenvolvido no ArcGIS Runtime Software Development Kit (SDK), permite que desenvolvedores criem aplicativos customizados e habilitados especialmente para dispositivos móveis Android e é desenvolvido para usar os serviços web do ArcGIS. Os aplicativos desenvolvidos no ArcGIS Runtime SDK podem ser implantados dentro da empresa ou para o público via Android Market.

No Brasil, os produtos ArcGIS, desenvolvidos pela Esri, são representados com exclusividade pela Imagem, empresa líder no mercado de Sistemas de Informações Geográficas, sediada em São José dos Campos.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Mapa Nacional com o Parque Ambiental Antônio Danúbio

Por: Elton Jean Peixoto

Mais breve que imaginávamos, chegou a recompensa pelo trabalho empreendido no cadastro da Unidade de Conservação Parque Ambiental de Ananindeua Antonio Danúbio, da qual faço parte como Conselheiro; nos foi solicitado que fizéssemos o georreferenciamento da área do Parque, pois somente assim poderia fazer parte de uma publicação nacional.

Agora, com grande prazer, anunciamos que em junho de 2011 foi elaborado um Mapa para divulgar as unidades de conservação brasileiras (federais, estaduais e municipais), no qual, o Parque Ambiental de Ananindeua aparece como a primeira Unidade de Conservação Municipal do Estado do Pará. Este Mapa faz parte da Revista sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação, a qual traz diversas informações sobre as unidades de conservação brasileiras e sobre a importância dessas áreas para a sociedade.

Para que o Parque de Ananindeua fosse inserido neste Mapa, foi determinante a celeridade empreendida pela Secretaria Municipal de Agronegócios e Meio Ambiente de Ananindeua, pois no mesmo dia que eu consegui finalizar o georreferenciamento, os dados foram de imediato enviados para o Cadastro Nacional de Unidades de Conservação - CNUC.

Prezado leitores! Para que tenham acesso à publicação e ao mapa favor clicar AQUI ou no link abaixo:

http://www.mma.gov.br/sitio/index.php?ido=conteudo.monta&idEstrutura=240&idConteudo=10796&idMenu=11655

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Lançada a 2ª edição da Revista FOSSGIS Brasil


Após a grande repercussão da primeira edição da revista, iremos tratar nesta edição sobre um assunto muito importante, e que tem tudo a ver com as geotecnologias livres: a Educação.
Nesta edição iremos tratar do uso dos sistemas de informações geográficas (SIG) livres no ensino, mostrando que é possível sim, proporcionar um ensino de qualidade utilizando o software livre, assim como é feito no curso superior de Geoprocessamento do IFPB.

Também tivemos o prazer de nesta edição realizar uma entrevista com Jorge Xavier da Silva, professor emérito da UFRJ e mentor do primeiro SIG nacional, o SAGA-UFRJ.

Ainda nesta edição você poderá conferir os artigos sobre o WKT Raster, uma alternativa do PostGIS para manipulação de informações Raster, Quantum GIS, Kosmo GIS, a continuação da coluna Mobile GIS, entre outros.

Esperamos que gostem desta nova edição da revista, e deixem seus comentários no nosso site. Para fazer o download da segunda edição da revista, basta clicar aqui.


VAGAS EM GEOTECNOLOGIAS NO ESTADO DO PARÁ

Topografia e Georreferenciamento, oportunidades
Processamento e edição, levantamento de campo,
Amazongeo,
Castanhal, Tomé-açú, marabá, marajó.
SERGIO JORGE 0419681177373
(sergiopsjorge@gmail.com)

Processamento e edição, levantamento de campo,
Nortegeo
Castanhal, Baião, Tomé-açú
Cleber de Souza Oliveira 81040108
cleberoliver@hotmail.com
cleber.ufra@gmail.com



Processamento e edição,
tal topografia
Mãe do Rio
Marcelo Caxiado 81232614
marcelocaxiado@hotmail.com

terça-feira, 5 de julho de 2011

ArcGIS Online disponibiliza gratuitamente serviços de mapas do Brasil

A Esri, empresa norte-americana líder no desenvolvimento de softwares para geoprocessamento, acaba de atualizar o conteúdo geográfico brasileiro dos serviços de mapas do ArcGIS Online ( www.arcgis.com). Os serviços de mapas estão disponíveis na web gratuitamente e apresentam o resultado do investimento e geocolaboração de usuários, parceiros e distribuidores da Esri do mundo inteiro. Esses serviços permitem que usuários utilizem conteúdo geográfico brasileiro de ótima qualidade em seus mapas e aplicações através do Sistema ArcGIS.

Deilson Silva, líder de marketing técnico da Imagem, explica que com os serviços do ArcGIS Online é possível: planejar ações a partir da espacialização e localização de ativos de uma empresa, analisar o acréscimo ou decréscimo da vegetação de uma determinada área num período de tempo, disseminar conhecimento e resultados de atividades planejadas, além de entender o comportamento da geografia em áreas urbanas e rurais, além de outros benefícios.

“Os usuários poderão criar seus próprios mapas usando os serviços do ArcGIS Online. E assim, localizar áreas de risco ambiental, criar mapas temáticos a partir de mashups (usar mapas e ferramentas de vários servidores em sua aplicação), geocolaborar permitindo que usuários e cidadãos agreguem valor a suas atividades utilizando Inteligência Geográfica de forma simples, rápida e eficiente”, detalha Silva.

Os serviços de mapa que receberam mais atualizações foram: WorldStreetMap, Global Landsat, World Imagery e TopographicMap. O serviço World Street Map, por exemplo, apresenta dados de estradas, ferrovias, recursos hídricos, limites administrativos, entre outros dados espaciais importantes para a elaboração de mapas. Usuários e empresas podem geocolaborar com conteúdo geográfico através do Programa Community Base Maps da Esri. O acesso a estes serviços pode ser feito a partir de qualquer um dos produtos do Sistema ArcGIS.

No Brasil, a Esri é representada com exclusividade pela Imagem, líder em Sistemas de Informações Geográficas na América Latina, localizada em São José dos Campos, SP.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mapeamento das Rotas Escolares - São Miguel do Guamá - PA

A Secretaria Municipal de Educação de São Miguel do Guamá, em uma iniciativa inédita, utilizou um novo método para realizar o mapeamento das rotas do transporte escolar, envolvendo tecnologias de espacialização de dados geográficos, conhecidas como Geotecnologias. Para que fossem elaborados os mapas finais de cada uma das rotas, foi utilizado um GPS de Navegação E-trex Vista HCx; o programa DNR Garmin para baixar os pontos e trilhas do GPS e um Sistema de Informações Geográficas para tratamento das informações e elaboração dos mapas.

De posse destas informações, as secretarias municipais de Educação e de Administração poderão efetuar os cálculos dos valores por quilômetros de cada uma das rotas, visualizá-las de forma individual, ter a noção exata da forma como estas são traçadas e quais comunidades são contempladas, e também, ter uma visão geral da espacialização de todas em conjunto, facilitando assim a elaboração de novas rotas e ajuste das atuais.

Abaixo o primeiro dos 39 mapas que foi fornecido para as Secretarias Municipais de Educação e de Administração e uma foto de alunos no quando da utilização do transporte escolar na localidade do Urucuriteua.


Este é apenas um exemplo de como as Geotecnologias podem auxiliar na gestão municipal, facilitando na tomada de decisões pontuais e trazendo confiabilidade aos gestores, pois se sabendo onde será aplicada determinada ação no âmbito municipal, tem-se a noção exata de quais comunidades serão afetadas diretamente. Outro exemplo cabal que pode ser citado é a espacialização das áreas com risco de alagamento na sede municipal, este mapeamento é imprescindível para que o gestor municipal tenha em mãos um “raio-x” total da cidade, podendo assim, planejar ações de intervenção, com a localização exata das áreas mais afetadas por ordem de prioridade.


Por: Elton Jean Peixoto
Apoio de campo: Ademiro Oliveira

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Ananindeua é o primeiro município do Pará a ter uma Unidade de Conservação em cadastro nacional

Nota do Blog: Já tive o prazer de conhecer o local e posso dizer que é muito bem cuidado e de muito bom gosto. Local perfeito para levar a família, parar para apreciar a natureza latente do local, e também, caminhar respirando o ar puro do parque, que repleto de árvores faz com que a poluição fique do lado de fora. Para quem gosta de espaços para contemplação da natureza e com infraestrutura como o Bosque (Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves) e o Museu Emílio Goeldi, eu indico o Parque Ambiental de Ananindeua "Antonio Danúbio".




Visualizar Parque Ambiental Antonio Danúbio em um mapa maior

Na manhã da última terça-feira (03), o Ministério do Meio Ambiente confirmou a informação de que o Parque Ambiental de Ananindeua "Antonio Danúbio" foi reconhecido como a primeira Unidade de Conservação municipal do Pará inscrita no Cadastro Nacional de Unidades de Conservação (CNUC). Até o momento, somente as Unidades de Conservação Estaduais estavam cadastradas no CNUC.

Para o secretário de Meio Ambiente de Ananindeua, Rui Begot, o município sai na frente mostrando a população o quanto o tema meio ambiente está sendo priorizado. “Esse é apenas o começo de muitos trabalhos que Ananindeua ganhará na questão ambiental. Nossa meta é ampliar esses projetos implantando futuramente o Parque do Seringal e o primeiro Bosque de Ananindeua”.

Segundo o secretário, fazer parte do cadastro nacional possibilita solicitação de recursos federais do Fundo Nacional de Compensação Ambiental (CEF-MMA). Os recursos são oriundos de de atividades e empreendimentos potencialmente poluidores ou utilizadores de recursos naturais que, em função da instalação ou operação de empreendimentos, causam significativo impacto ambiental.

O Fundo contemplará exclusivamente para unidades de conservação reconhecidas pelo CNUC como pertencentes ao Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza. O Parque Ambiental de Ananindeua “Antonio Danúbio” foi cadastrado junto ao CNUC como Unidade de Conservação Municipal de Uso Sustentável, na categoria Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE).

O Parque está localizado às margens da BR 316, km 05, e tem como objetivo garantir a preservação e a proteção da fauna e da flora ali existentes, além de promover a utilização dos componentes naturais na educação ambiental, com a finalidade de tornar a comunidade parceira na conservação do patrimônio natural do município.

O Parque Ambiental de Ananindeua "Antônio Danúbio" fica no km 5 da BR 316 e está aberto de terça-feira a domingo, de 8h às 17h para visitação. Para atividades esportivas, o horário é de 6h às 8h e das 17h às 18h. Escolas e demais instituições interessadas em agendar visitas devem entrar em contato pelo número (91) 9229-3862.

Fonte: Prefeitura de Ananindeua (Assessoria de imprensa)

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

OPINIÃO GEOPOLÍTICA

Ante aos acontecimentos da geopolítica mundial, nos quais ditaduras estão caindo devido a pressões populares, fica mais evidente que não há necessidade de intervenções de forças externas e que se deve respeitar, sobretudo, a soberania de qualquer nação.

As nações, Quais quer que sejam elas, não são apenas territórios, mas constituem-se de entrelaçamentos sociais dos mais diversos, que são capazes de vislumbrar e expressar sentimentos dos grupos humanos que os constituem. Vistas desta forma as nações são plenamente capazes de solucionar os “problemas” inerentes a si mesmas.

Para além da corrupção na qual as ditaduras estão embebidas (mapa), um grande mal que se impõem a natureza humana é o cerceamento das liberdades individuais, este pode durar o tempo que for, mas está fadado ao desmoronamento, justamente por ir de encontro a dita natureza humana. Veja abaixo o que Karl Marx escreveu a esse respeito:

Tanto a liberdade é a essência do homem que mesmo os oponentes a implementam, enquanto negam sua realidade; ele querem se apropriar, para si mesmos, como um mais que precioso ornamento, daquilo que rejeitaram da natureza humana. Nenhum homem combate a liberdade; no máximo, combate a liberdade dos outros. Portando, todos os tipos de liberdade sempre existiram, apenas que às vezes como privilégio especial, às vezes como direito universal. (Karl Marx, 1842).

Clique no mapa e tenha uma melhor visualização das informações.
Abaixo as informações espacializadas no mapa:

Jean-Claude Duvalier (Baby Doc)
Presidente do Haiti
(1971-1986)
US$ 5,7 Bilhões

Zine El Abidine Ben Ali
Presidente da Tunísia
(1987-2011)
US$ 1,7 Bilhão

Hosni Mubarak

Presidente do Egito
(1981-2011)
entre US$ 40 e 70 Bilhões

Ferdinad Marcos

Presidente das Filipinas
(1965-1986)
entre US$ 5 e 10 Bilhões

Carlos Salinas

Presidente do México
(1988-1994)
US$ 110 Milhões

Sani Abacha

Presidente da Nigéria
(1993-1998)
entre US$ 3 e 5 Bilhões

Mobutu Sese Seko

Presidente da Republica Democrática do Congo
(1965-1997)
US$ 7 Milhões